Agora você pode consultar a autenticidade dos documentos no site da Documentall

O que é SLA?

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email

Você sabe o que é SLA? Para quem trabalha com tecnologia conhecer o conceito de Service Level Agreement é fundamental. Atualmente, investir em tecnologia é um passo importante para empresas que querem garantir competitividade. Afinal, o uso de softwares e outras ferramentas tornou-se algo essencial para aumentar a eficiência e produtividade de qualquer negócio.

Neste cenário, a boa notícia é que os SaaS (Software as a Service) estão cada dia mais acessíveis. Se antes era preciso investir alto em licenças e hardwares, hoje a aquisição de serviços de tecnologia cabe no orçamento de qualquer empresa.

Se por um lado os SaaS estão mais acessíveis, por outro é preciso garantir que os serviços de tecnologia prestados ofereçam segurança e promovam credibilidade. E por isso é importante entender o que é SLA.

O SLA (Service Level Agreement) nada mais é do que os termos que esclarecem os serviços de tecnologia. Além disso, o SLA trata sobre prazos, suporte, entre outros detalhes. Para saber o que é SLA e quais são as boas práticas para uma gestão de SLA eficiente, não deixe de conferir!

O que é SLA?

A sigla SLA está diretamente ligada aos contratos celebrados com empresas de TI. Service Level Agreement, ou Acordo de Nível de Serviço, nada mais é do que a especificação dos serviços de TI a serem prestados pelo fornecedor. Nesse tipo de acordo ficam definidos não apenas os serviços propriamente, como também prazos, metas a serem atingidas, suporte técnico e outros detalhes.

Por exigência normativa (ABNT NBR ISO- IEC 20000-1) qualquer relação envolvendo a contratação de serviços de TI deve contar com um SLA. Para que o SLA seja efetivo a norma também prevê a sua revisão periódica.

Gestão de SLA: boas práticas para garantir transparência e efetividade

Estabelecer um SLA é importante tanto para a empresa que fornece serviços de TI quanto para o contratante. Isso porque o SLA garante transparência e efetividade, deixando as partes mais tranquilas e seguras com a execução dos serviços.

Para garantir que uma boa gestão SLA seja implementada da melhor maneira, é necessário contar com algumas boas práticas.

Pré requisitos da prestação de serviços de TI

O primeiro passo para uma boa gestão de SLA é a definição de todos os pré-requisitos necessários para a execução dos serviços. Seja em termos de estrutura, ou de organização interna, contratante e contratado devem estabelecer o que será necessário para que os serviços sejam executados de forma eficiente.

Também é necessário que esses pré-requisitos estejam alinhados com os objetivos do negócio, afinal a análise dos resultados está ligada às metas da empresa. 

Definição de responsabilidades

A clareza sobre as responsabilidades do contratante e do contratado facilitam a comunicação, além de evitar desentendimentos e desgastes. Ter responsabilidades bem claras também fortalece o relacionamento durante a execução do contrato.

Para definir as responsabilidades ambos devem ter ciência das demandas contratadas e das tarefas que precisarão ser executadas por cada parte. Para isso, antes mesmo de formalizar o SLA, o ideal é refletir sobre as necessidades do negócio, as possibilidades do serviço e como se dará a interação entre contratante e contratado.

Qualificação técnica das equipes de TI

O suporte em um serviço de tecnologia é algo extremamente importante. Isso porque falhas ou problemas no funcionamento afetam não apenas a empresa, como também seus clientes. O ideal é conhecer todos os procedimentos técnicos e de suporte da empresa antes mesmo do fechamento do SLA. Também é importante verificar itens como a usabilidade da ferramenta. Quanto mais intuitiva a ferramenta for, menor a necessidade de treinamentos e acionamento do suporte.

Indicadores de resultados

O acompanhamento do SLA deve ser feito de perto para que o retorno do investimento seja satisfatório ao usuário. Para tanto, é preciso que sejam estabelecidos alguns indicadores. Esses indicadores, além de mostrarem os resultados, também refletem se a execução dos serviços é feita da melhor maneira.

Vale destacar que, quanto melhor o engajamento entre técnicos, gestores de TI, usuários e prestadores de serviço, melhor a elaboração e medição dos resultados.

Prazos para cumprimento

Além de estabelecer indicadores, também é essencial contar com prazos para o cumprimento das atividades estabelecidas no SLA. Para que esses prazos sejam bem programados é fundamental conhecer os detalhes internos e toda a infraestrutura para a execução dos serviços de tecnologia.

Sanções

O SLA é fundamental para que a execução dos serviços de TI flua da melhor maneira possível. Porém, mesmo com um bom SLA não existe a garantia de que problemas, ou mesmo o próprio descumprimento do termo não irá ocorrer. Por este motivo, uma das boas práticas é adotar sanções e penalidades para evitar danos. Para quem contrata serviços de TI é preciso ter em mente que se deve colocar em risco o relacionamento da empresa com seus clientes por conta da terceirização de uma responsabilidade técnica. Logo, prever sanções e penalidades é uma maneira não apenas de proteger os contratantes como também todas as pessoas que podem ser afetadas pelos serviços de TI.

Gestão de SLA na prática

O SLA é acima de tudo um instrumento para evitar conflitos e alinhar a comunicação entre quem executa os serviços de tecnologia e quem os contrata. Durante a sua elaboração é essencial que as partes tenham clareza não apenas dos serviços a serem prestados, mas também da sua qualidade.

Ao contrário do que muitos pensam, o SLA não é um documento estático, mas sim um acordo dinâmico que deve estar em constante revisão e atualização. Isso garante que as partes estão utilizando os mesmos critérios para a avaliação do serviço e podem contribuir para que ele seja aprimorado.

Sua empresa conta com um bom SLA? Veja como as soluções digitais da Documentall podem auxiliar sua empresa em processos de cobrança.

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
cartorios
Inovação

Cartórios no mundo digital

Excesso de papéis, carimbos e muita burocracia. Durante um bom tempo, essa era a realidade da maioria dos cartórios. Porém, com o avanço da tecnologia,

+
Gestão

Gestão de risco: o que é?

Toda empresa assume riscos quando concede crédito. Afinal, é impossível prever quando um cliente irá deixar de pagar. A inadimplência, muitas vezes, decorre de fatores

+

Uma resposta

Deixe um comentário